Central do Assinante







PUBLICIDADE



AS MAIS LIDAS
Página Inicial:: >> Notícias de Valadares e Região >> Notícias >>
quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Mulher é encontrada morta e filha de dois anos está desaparecida

A Polícia Civil abriu inquérito para apurar o caso. Ainda não há informação de que a criança estava com a mãe no momento do crime
FOTO: Divulgação
O CORPO da cabelereira, Renata Aparecida Leite, de 26 anos foi encontrado com três perfurações feitas por arma de fogo e outras diversas por golpe de faca
Ampliar foto
A FILHA de Renata, Nívia Victória de dois anos ainda está desaparecida
GOVERNADOR VALADARES -
 Mais um homicídio foi registrado em Valadares e com requintes de crueldade. O corpo de uma calelereira foi encontrado no fim da manhã de terça-feira (31) pela Polícia Militar na Travessa Industrial, próximo a Chácara Paraíso, em um loteamento na localidade rural conhecida como Córrego do Jacarandá. O corpo da vítima Renata Aparecida Leite, de 26 anos tinha três perfurações feitas por arma de fogo e outras diversas por golpe de faca.

O corpo foi removido para o Instituto Médico Legal (IML) de Governador Valadares e nesta quarta-feira (1º), liberado para o sepultamento em São Geraldo de Tumiritinga, cidade natal da vítima, onde residem seus familiares.

Com o homicídio da cabelereira, a Polícia Civil quer saber agora onde está a filha dela, Nívia Victoria, de apenas dois anos, que até o momento está desaparecida. A informação de que a criança estava com a mãe no momento do crime não foi confirmada pela PC, que já abriu um inquérito para investigar o caso e trabalha com mais de uma linha de investigação.


Mistério


Segundo informações de populares, Renata Leite já teve envolvimento com drogas no passado, mas há algum tempo não se envolvia mais. Outra pessoa que não quis se identificar chegou a afirmar que ela teria sido presa por dois anos por tráfico de drogas, em Conselheiro Pena. Atualmente Renata seria proprietária de um salão de beleza no Distrito Industrial, aqui em Valadares.

Este assassinato fechou o mês de janeiro e manteve a triste média em Governador Valadares de um assassinato a cada três dias. Renata Leite foi a décima vítima de assassinato apenas no primeiro mês deste ano.

Confira a reportagem na íntegra na edição desta quinta-feira (2) no DRD.









COMENTE ESTA NOTÍCIA


COMPARTILHE ESTA NOTÍCIA






NOTÍCIAS RELACIONADAS


 Há 1274 leitores conectados