Ex-governador Anastasia (PSDB) enfrenta o empresário Zema, do estreante Partido Novo. Eles desbancaram o governador Pimentel (PT)

O ex-governador mineiro e atual senador Antonio Anastasia, do PSDB, e o empresário Romeu Zema, do Partido Novo, irão disputar em 28 de outubro o segundo turno das eleições para o governo de Minas Gerais. O atual governador Fernando Pimentel (PT), que tentava a reeleição, não avançou para a disputa final.
De acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), com 99,59% das urnas apuradas, Zema registrava 4.126.074 votos (ou 42,82% dos votos válidos).

O tucano Anastasia estava em segundo lugar, com 2.797.685 votos (29,04%), seguido por Pimentel, com 2.219.195 votos (23,03%).

Veja os demais resultados:

Adalclever Lopes (MDB): 267.438 votos (2,78%);

Dirlene Marques (PSOL): 133.752 votos (1,39%);

João Batista Mares Guia (Rede): 56.719 votos (0,59%);

Claudiney Dulim (Avante): 18.244 votos (0,19%);

Jordano Metalúrgico (PSTU): 15.696 votos (0,16%);

Alexandre Flach (PCO): 0 votos.

Perfil dos candidatos

Senador desde 2015, Anastasia tenta levar o PSDB de volta ao Palácio da Liberdade, após 12 anos de gestão (2003 a 2014). Afilhado político do também ex-governador, ex-presidenciável e atual senador Aécio Neves, Anastasia foi eleito vice-governador de Minas em 2006, na chapa com Aécio. Ele assumiu o poder em 2010, quando Aécio deixou o cargo para concorrer  ao Senado. Naquele mesmo ano, Anastasia foi reeleito governador do Estado.

Em 2014, o tucano foi eleito senador por Minas Gerais, já que não podia mais concorrer ao comando estadual. Ele se destacou durante o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), sendo o relator do pedido de impedimento na comissão especial.

Natural de Araxá , o empresário Romeu Zema, de 53 anos, é dono do Grupo Zema, rede varejista com mais de 480 lojas em Minas Gerais e outros cinco Estados. Ele disputa o governo mineiro pelo Novo, partido estreante nas eleições 2018.

A passagem de Zema para o segundo turno pode ser considerada uma surpresa, já que ele apareceu em terceiro lugar nas pesquisas de intenção de voto durante boa parte da campanha.

Resultado para o Senado

O deputado federal Rodrigo Pacheco (DEM) e o jornalista Carlos Viana (PHS) foram eleitos como senadores por Minas Gerais, neste domingo (7). Pacheco tem 41 anos, é advogado e já foi conselheiro federal da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Representando Minas na Câmara dos Deputados, o político também já presidiu a  Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.
Aos 55 anos, Viana foi eleito para o primeiro cargo político da sua vida. Com 23 anos de atuação no jornalismo, ele já passou por grandes redações de televisão, rádio, jornais impressos e revistas.
Após a divulgação dos resultados, Pacheco se reuniu com a equipe de campanha do candidato ao governo do Estado Antonio Anastasia (PSDB), na noite deste domingo, em Belo Horizonte, para comemorar os resultados. Anastasia garantiu uma vaga no segundo turno na disputa contra o candidato do Novo, Romeu Zema.
Durante a coletiva com a imprensa, Pacheco e Anastasia celebraram a “derrota do PT” em Minas, uma vez que o governador Fernando Pimentel, que tentava a reeleição, ficou fora do segundo turno.

Outros candidatos
Durante a corrida eleitoral, a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) chegou a liderar as pesquisas de intenção de voto pelo Senado. No entanto, ele ficou em quarto lugar na disputa.

Veja os números

RODRIGO PACHECO (DEM) 3.616.864 (20,49%)
CARLOS VIANA (PHS) 3.568.658 (20,22%)
DINIS PINHEIRO (SOLIDARIEDADE) 3.251.175 (18,42%)
DILMA ROUSSEFF (PT) 2.709.223 (15,35%)
RODRIGO PAIVA (NOVO) 1.342.645 (7,61%)
MIGUEL CORREA (PT) 1.282.946 (7,27%)
FÁBIO CHEREM (PDT) 899.824 (5,10%)
DUDA SALABERT (PSOL) 351.874 (1,99%)
Cel. LACERDA (PPL) 307.197 (1,74%)
Prof. TÚLIO LOPES (PCB) 92.165 (0,52%)
KAKA MENEZES (REDE)86.771(0,49%)
BISPO DAMASCENO (PPL) 56.129 (0,32%)
VANESSA PORTUGAL (PSTU) 53.272 (0,30%)
EDSON ANDRE (AVANTE) 29.869 (0,17%)
ANA ALVES (PCO) 0 (0%)